SOBRE

Sob a filosofia slow fashion, a marca gaúcha de lingerie Studio Ariel realça a singularidade feminina em peças únicas feitas à mão que unem uma modelagem cosmopolita à materiais sofisticados e texturas inusitadas.

 

A harmonia entre leveza e força guia a criação das intimates assinadas pela jovem designer gaúcha Ana Ariel Rodrigues. Nascida em 2016, a marca explora o lado feminino em peças íntimas cheias de personalidade. Tule bordado, veludo e renda compõem as texturas que traduzem o estilo da label,  combinadas com ferragens delicadas em metais e acabamentos elásticos. As peças tem todo o processo de execução manual e individual feitos pela própria estilista e são produzidas em coleções limitadas, sem seguir calendários ou estações.

A dinâmica da mulher urbana consciente e feminina resultou na modelagem inusitada de soutiens, os topbras (top+bralette) como são definidos aqui, mesclam conforto e elegância com um olhar moderno.

Os elásticos reguláveis subtituem os tradicionais fechos conferindo ajuste perfeito e delicado. A marca também questiona a relação da mulher com o próprio corpo em peças sem bojo que buscam realçar e afirmar a beleza da forma natural do busto. O resultado são intimates sofisticadas e originais que  transitam facilmente em looks de forma aparente e encantam na intimidade.

A leveza cosmopolita une ares parisienses e bossa brasileira; e é a inspiração que virou manifesto de busca pelos momentos íntimos no dia a dia, que trazem uma evoluçao pessoal com a aceitação do corpo e das formas de ser sensual. Essa evolução também é percebida no design de cada peça, que assim como a mulher que a veste, evolui a cada coleção com novos materiais mas sob o mesmo nome e sem perder a id.

 

Com uma grade de pecas enxuta, atualmente cinco modelos de topbras e quatro de calcinhas, além de acessórios  que levam nomes carismáticos que inspiraram a estilista, o Studio Ariel resume a lingerie em peças que mesmo ousadas conseguem ser atemporais. O Slow Fashion traz uma fabricação que respeita o tempo de cada processo, da escolha de matéria prima local selecionada, confecção com acabamentos embutidos, até a embalagem; cada peça acompanha delicados saquinhos de organza feitos também manualmente.

0